quinta-feira, 11 de setembro de 2008

GRANDES JOGADORES – LEONARDO ASTRADA



Ele foi o jogador que mais ganhou títulos no River e só não fez a carreira toda no clube porque foi contratado pelo Grêmio Porto-alegrense.

JOÃO PAULO CASTILHO - No futebol atual, os jogadores não têm mais o amor à camisa, que os jogadores do passado tinham. Nilton Santos só jogou no Botafogo. Maradona, mesmo no Barcelona e no Napoli, sempre mostrou sua paixão ao Boca Juniors. Reinaldo Lima foi a mesma coisa com o Atlético Mineiro. No River Plate foi a mesma coisa. Vários jogadores do passado abraçaram o clube como fossem uma parte do corpo ou sua própria nação, e ficaram por lá vários anos. O maior exemplo disso é o volante Leonardo Astrada.

Leonardo Rubén Astrada nasceu no dia 6 de janeiro de 1970, na cidade de Buenos Aires. Ele apareceu pela primeira vez no time titular no ano de 1989, como uma revelação do técnico Daniel Passarella. Ele nem imaginava que no futuro iria entrar na história do clube. Neste ano ele conseguiu conquistar dos títulos: a Liguilla e o Torneio Apertura.

Seu primeiro gol na carreira foi marcado no dia 29 de outubro de 1989, na vitória por 3 a 1 sobre o Deportivo Español, pelo Torneio Clausura.

A década de 1990 foi memorável para Leonardo Astrada. Nesta época, o chefe foi campeão argentino 10 vezes, campeão da Recopa Sul-Americana de 1997 e campeão da Taça Libertadores de 1997. Com todas estas façanhas, Astrada se tornou o jogador com mais títulos conquistados no Club Atlético River Plate.

Na seleção argentina ele não foi muito lembrado. As únicas disputas oficiais foi na Copa América de 1991, onde foi campeão e a Copa do Mundo de 1998, na França, todas lembradas pelo técnico Daniel Passarella. Na França, sequer entrou nos jogos. Até hoje fico me perguntando por que ele não foi para a Copa de 94 e para as Copas América.

ASTRADA E A IDA AO GRÊMIO
No ano 2000, o Grêmio junto com o Flamengo resolveu assinar uma parceria com a empresa suíça de marketing esportivo ISL. E no time gaúcho, a empresa trouxe Leo Astrada e o meia Gabriel Amato.

Depois de 10 anos somente de River Plate, Astrada resolveu aceitar a proposta. Estas contratações badalaram todo o futebol rio-grandense. Mas, após a CPI do futebol, a saída de Edmundo dos Santos Silva do Fla, o grupo faliu, Amato preferiu assinar com o Bétis e Astrada voltou ao River. No Tricolor fez apenas seis jogos e não marcou nenhum gol.

TREINADOR ASTRADA


Leonardo Astrada encerrou sua carreira brilhante de jogador no ano de 2004, no grande River, com 34 anos, devido a uma contusão. Logo em seguida, aceitou o convite do presidente José Maria Aguillar de treinar o River, no ano de 2004. Levou a equipe a uma semi-final de Libertadores e a conquista de um Torneio Clausura. Mas ele não foi tão bem, quanto foi como jogador. Perdeu a Copa Sul-Americana de 2004 para o Cienciano do Peru e acabou sendo demitido.

ASTRADA HOJE
Leonardo Astrada está esperando propostas para treinar clubes de futebol. Em abril ele foi dispensado pelo time do Colón de Santa Fé, devido a seqüência de maus resultados.

FICHA TÉCNICA
NOME: LEONARDO Rubén ASTRADA
APELIDO: El jefe (O chefe)
POSIÇÃO: Volante
DATA DE NASCIMENTO: 6 de janeiro de 1970, em Buenos Aires (ARG)
TEMPO DE RIVER: 15 anos(1989-2000, 2000-2004), 302 jogos, 6 gols
TÍTULOS NO RIVER: Campeonato Argentino: 1989 - 90 (Primeira División); 1991, 1993, 1994, 1996, 1997, 1999 (Apertura); 1997, 2002, 2003 (Clausura); Taça Libertadores de 1996; Supercopa (1997).
MAIOR FEITO: É o jogador que mais conquistou títulos no River (12 no total).
MAIOR FIASCO: Inexplicavelmete foi pouco convocado pela Seleção Argentina.

NA PRÓXIMA SEMANA: REINALDO MERLO

Um comentário:

fabiomilagres disse...

Parabéns JP!!! Essa matéria sobre o Astrada ficou ótima. Você buscou toda a história do jogador e depois citou a época em que foi treinador também... muito bom mesmo!!